Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

25
Mai21

ONDE ESTÁ O TEU TESOURO?


Oliveira

Com a devida vénia, transcrevemos do portal ‘«No barco de Cristo» este interessante artigo do nosso amigo D. Pedro Vaz Patto, presidente da C. N. Justiça e Paz.

(A. G. Pires)

Notícias recentes davam conta de que em Portugal o número de registos de nascimentos tinha atingido o nível mais baixo de sempre. O mesmo sucedeu em Itália., onde os nascimentos são hoje menos de metade do que eram há cinquenta anos. A preocupação pela persistência deste “Inverno demográfico” levou aí à realização, dos “Estados Gerais da Natalidade” pela plataforma de associações católicas “Fórum das Associações Familiares”, A esse encontro, no passado dia 12 de maio, dirigiu o Papa Francisco um discurso sobre esta temática que merece toda a atenção e que diz respeito, sobretudo, ao continente europeu. Esse discurso alerta para a possibilidade de a Europa passar a ser denominada “Velho Continente” já não «pela sua gloriosa história», mas pela idade avançada da maioria dos seus habitantes.

Num tempo em que tanto se fala de sustentabilidade (económica, tecnológica, ambiental), neste discurso o Papa fala da importância de «sustentabilidade intergeracional». Uma sustentabilidade a que deve ser dada extrema importância num tempo em que também tanto se fala de “reconstrução”. A propósito, Francisco evoca a reconstrução que a Europa experimentou no pós-guerra, acompanhada de um notável crescimento demográfico, que refletiu a «capacidade de infundir confiança e esperança às novas gerações». É essa esperança «que faz renascer um povo». Porque «se as famílias não estão no centro no presente, não haverá futuro, mas se as famílias recomeçarem, tudo há de recomeçar». 

O Papa Francisco está bem consciente das dificuldades que comporta hoje a decisão de ter filhos: os empregos precários, os horários desadequados à vida familiar, as dificuldades da habitação. Salienta a necessidade de uma política de apoio à família que atenda, mais do que «ao consenso imediato», ao «bem comum de longo prazo». Apela também à responsabilidade dos empresários. Afirma: «São indispensáveis uma política, uma economia, uma informação e uma cultura que promovam a natalidade».

Mas o Papa não se fica por aí. Vai à raiz mais profunda da questão. O que nem sempre sucede quando se encara o problema da crise demográfica. Porque para superar essa crise, não basta a mais generosa das políticas de apoio à natalidade.

Neste discurso, o Papa Francisco liga a natalidade ao primado do dom, um primado de que, precisamente, as sociedades mais abastadas se têm esquecido. A vida é o primeiro dom que recebemos e que somos chamados a transmitir. «Ajudemo-nos a reencontrar a coragem de dar» - exorta o Papa com veemência.

Sobre esta coragem de dar e de escolher a vida, Francisco indica uma frase do Evangelho como ajuda para orientar as escolhas de crentes e não crentes: «Onde está o teu tesouro, aí estará o teu coração» (Mt 6,21). «Onde está o nosso tesouro, o tesouro das nossas sociedades? Nos filhos ou nas finanças? O que é que nos atrai, a família ou a faturação? Deve haver a coragem de escolher o que está em primeiro lugar, porque é a isso que nos ligará o coração.»   

E sobre esta coragem, acrescenta: «A coragem de escolher a vida é criativa, porque não acumula ou multiplica aquilo que já existe, mas abre-se à novidade, que não conhece um antes e um depois na história.»

Só esta coragem pode, na verdade, transformar em “primavera” aquele frio e escuro “Inverno demográfico” que vive a Europa nestes tempos.

Pedro Vaz Patto

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub