Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

06
Nov21

O CASO DA FAMÍLIA GUIMARÃES: APELO DE RESISTÊNCIA À VIOLÊNCIA DO ESTADO

(3 PROPOSTAS)


Oliveira

Caros amigos leitores do Blog da COPAAEC:

É nestas circunstâncias que provamos a nossa cidadania activa em regime democrático e as nossas convicções morais, dentro da ética e da liberdade de portugueses.

(A. G. Pires)

 Caros amigos

O que se está a passar com os dois filhos do Artur e da Paula que o Estado não quer deixar passar de ano enquanto não frequentarem a disciplina de educação para a cidadania (a história completa desta saga está na entrevista ao Sol em anexo) é de uma violência nunca vista e uma flagrante violação da lei pelo Governo (como explica o Professor Mário Pinto no artigo Em defesa da Família Mesquita Guimarães, mártir do Estado-educador (1)).

Há vários artigos sobre o assunto (estes que tenho à mão agora, outros há): Acuso (José Ribeiro e Castro), Afinal que cidadania é esta? (Helena Costa), Famalicão e o Estado vingativo (José Cabrita Saraiva), A Liberdade de Educação e a Vingança do Secretário de Estado e Obrigado aos Mesquita Guimarães (José Maria Seabra Duque), Cenas de um país distante ao pé de nós (José Luis Ramos Pinheiro) e mas nada como ouvir a própria família na noticia junto do Correio da Manhã e no artigo A família Mesquita Guimarães são todas as famílias do filho Francisco.

Perante isto, temos duas hipóteses: fazer de conta que não vemos (e Deus nos perdoe por isso) ou reagir e lutar péla liberdade desta família, ao lado dela, e péla nossa também (neste ou noutros campos). As propostas que vos faço são três:

  1. Aderirem à campanha dos postais proposta péla família Mesquita Guimarães e sobre a qual podem encontrar a informação anexa (ficheiro Contamos Consigo) ou no site da Plataforma Renovar (uma iniciativa do Artur e outros amigos, há já uns bons anos, desde que isto tudo começou)
  2. Organizarem-se espontaneamente em Comités de defesa da Liberdade de Educação (ou outro nome qualquer com que se sintam confortáveis) e promoverem encontros de solidariedade com a família Mesquita Guimarães (jantares, sessões de esclarecimento), manifestações junto de instalações do Ministério da Educação, ou outras quaisquer acções de impacto publico. À imaginação de cada um…! Do que forem fazendo vão dando conhecimento por favor ao Artur e, se quiserem, a mim, para que as possa divulgar.
  3. A subscrição da petição Apoiemos o Manifesto “em defesa da liberdade de educação” que foi lançada em Setembro de 2020 e motivada por este mesmo caso e que neste momento tem  4.797 assinaturas.

Caros amigos: muitas vezes nos encantamos a ver filmes fascinantes sobre gente extraordinária que resistiu (alguns foram mesmo presos, mortos ou exilados) à violência do Estado, e pensamos “quem me dera poder ter ajudado” ou “quem me dera ter esta coragem”…por todos estou-me agora a lembrar do filme Uma vida escondida…assim hoje o que se está a passar com a família Mesquita Guimarães…será que eles podem contar connosco ou temos de esperar 50 anos e os nossos filhos e netos se comoverem com a história deles numa série da Netflix que contará como o Estado os esmagou?

Forte abraço a todos do

 

                                        António Pinheiro Torres

Querem espezinhar a nossa dignidade e honra in CM.

Entrevista ao jornal "Nascer do Sol.

Contamos.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub