Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

16
Jan21

Deus chama para O seguirmos


Oliveira

Sugestão da HOMILIA para o 2º Domingo do Tempo Comum - Ano B

17 de Janeiro de 2021

     Irmãs e irmãos, saúdo-vos novamente, com desejo de boa saúde para todos, e que a palavra deste domingo nos anime a seguir Jesus Cristo, Filho de Deus, feito nosso irmão.    

     Alguma vez escutamos esta expressão: eu sigo o meu clube; eu sigo a moda; eu sigo o meu chefe.  Eu penso que as leituras de hoje nos aconselham a dizer: eu sigo o Senhor que chama.

  1. O Senhor chama

     Primeira leitura

      Deus chamou Abraão, Moisés, os profetas, os apóstolos, e líderes espirituais do nosso tempo. Deus chama cada pessoa para uma vocação.

     A primeira leitura narra a vocação de Samuel. Por três vezes Deus chama este jovem que estava no Templo de Jerusalém, a ser educado pelo sacerdote Heli, e a servir como acólito. Samuel, guiado pelo sacerdote, abriu-se ao chamamento de Deus, com as palavras bem conhecidas: “Falai, Senhor, que eu escuto”.

     Samuel ouviu o Senhor, e seguiu o chamamento. Veio a ser o primeiro profeta em Israel. É bom conhecermos o caminho que Deus quer para nós. Só nesse caminho seremos felizes.

     Peço licença para citar São João Bosco. Dizia este educador da juventude: um relógio marca bem o tempo se as peças estão ordenadas. O santo diz isto no livrinho “Il giovanne Proveduto”, em português “O Jovem instruído”, que teve durante a vida de S. João Bosco mais de 100 edições, sendo cada edição de uns três mil exemplares. E São João Bosco ensinou muitos jovens a seguirem Jesus como apóstolos. “Falai, Senhor, que eu escuto”

  1. O Senhor chama a ser membro de Cristo

Segunda leitura

     A carta de São Paulo aos corínteos faz-nos um chamamento à santidade: “Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo”? Ou seja: nós somos membros de Cristo. Estamos  destinados à glória futura que se há de manifestar em nós. Chama a todos, e chama àquilo que nós devemos ser, à nossa verdadeira identidade cristã. Se a mãe chama pelo filho, este responde e vai…

  1. O Senhor chama, eu sigo

     Evangelho

     O Evangelho mostra João Batista que anunciou: - “Eis o Cordeiro de Deus”. Ouvindo isto, dois discípulos seguiram Jesus, o qual abriu diálogo com eles: - “Que (quem) procurais?”. André, um desses dois, ouviu o chamamento. Ficou tão feliz, que procurou o seu irmão Simão: “encontramos o Messias” e levou-o a Jesus. O cristão partilha a sua fé, o maior tesouro.       

    Li algures esta reflexão: Conta um escritor espiritual que certo jovem perguntou a um sábio experiente: - Como posso encontrar Deus? O homem espiritual levou-o a tomar banho no rio; mergulhou na água a cabeça do jovem, durante uns segundos, e depois de o deixar livre perguntou: o que mais desejavas quando eu te segurava a cabeça debaixo da água? Respondeu o jovem: -“o ar! Eu queria respirar; eu precisava de ar”. Servindo-se desta imagem, acrescentou o sábio espiritual: - “Assim deves tu desejar Deus”.

     “Jesus não vos tira nada e dá-vos tudo”, repetia João Paulo II. O que Jesus tem para nos oferecer é Ele mesmo em pessoa: a sua companhia; a sua pessoa; a sua vida. S. João Crisóstomo afirma que Jesus veio, não para possuir o que nós possuímos! «Veio para nos ter com Ele. Que procurais? – perguntou Jesus -.  E convidou-os: Vinde ver! Só indo com Jesus é que nós o veremos. Daí a importância da Igreja, que nos deve mostrar Jesus. 

     Grande papel tem a Igreja: mostrar Jesus ao mundo. E dizer que n’Ele se encontra a alegria, a felicidade, a resposta. Precisamos de ser uma Igreja viva, no seguimento de Jesus.

. “Jesus morreu por todos, mas se fosse preciso morrer por um só, tinha amor para isso; Jesus sofreu muito, mas amou mais[1], disse  Santo Afonso de Ligório. Coragem, com a graça dele, para respondermos sim ao seu chamamento.

P. António Gonçalves (SDB)

[1] Santo Afonso Maria de Ligório, Práticas de Amar a Jesus Cristo, 1950, p. 19.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub