Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

26
Jul21

Cultura e Pastoral da Cultura - Actualidade

Novas sugestões de leitura


Oliveira

Dos ricos conteúdos do site do SNPC, respigamos, com a devida vénia o que segue:

(A. G. Pires)

«Os avós e os idosos não são sobras de vida, desperdícios para deitar fora», declara papa

«Perguntemo-nos: “Visitei os avós? Os idosos da minha família ou do meu bairro? Prestei-lhes atenção? Dediquei-lhes algum tempo?” Guardemo-los, para que nada se perca: nada da sua vida e dos seus sonhos. Esta foi uma das advertências que o papa proferiu hoje, pela voz do arcebispo Rino Fisichella, na homilia da missa, na basílica de S. Pedro, Vaticano, durante a qual se assinalou o primeiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos. .«Os avós, que alimentaram a nossa vida, hoje têm fome de nós: da nossa atenção, da nossa ternura; de nos sentir ao pé deles. Ergamos o olhar para eles, como Jesus faz connosco», pediu Francisco.

Saiba mais

Santiago: Peregrinar fora e dentro de si

Segundo alguns, a figura da peregrinação é talvez aquela que melhor descreve a espiritualidade contemporânea, sobretudo das novas gerações: busca, mais do que posse; perguntas, mais do que certezas; nostalgia; mais do que saciedade. Uma espiritualidade que aceita o risco, que avança por tentativa e erro, que sente o fascínio dos grandes horizontes, mas também a grande fadiga dos pequenos passos. Uma espiritualidade que, tendo renunciado ao poder unificador da ideologia, vive a balançar entre o ser fragmento entre os outros fragmentos em que se desdobra a existência, e o tornar-se fio condutor de todas as experiências da pessoa. O Caminho de Santiago foi e continua a ser para a Europa uma matriz de vida, cultura, relações hospitaleiras.

Saiba mais

Compostela: Um Jubileu para renascer

O Caminho voltou a números consideráveis no início dos anos 90 do século passado, e por muitos motivos, históricos e culturais, nem todos ligados à fé. Mas talvez tenha sido sempre assim. No rio do tempo, como no céu das noites ao longo do Caminho pontilhadas pela miríade de estrelas da Via Láctea, prescindindo das estatísticas e dos números, por vezes brilha algo que está destinado a não se extinguir. E que muitos reconhecem neste êxodo da rotina quotidiana que é a peregrinação a Santiago.

Saiba mais

Deus faz muito com o pouco que lhe damos

«Seria belo que todos os dias nos perguntássemos: “Hoje, o que levo a Jesus?” Ele pode fazer muito com uma nossa oração, com um nosso gesto de caridade pelos outros, até com uma nossa miséria entregue à sua misericórdia», porque «Deus gosta de agir assim: faz coisas grandes a partir das pequenas, gratuitas», afirmou hoje o papa. Acompanhadas pela denúncia da «tragédia da fome, que atinge em particular os mais pequenos», as palavras de Francisco, proferidas hoje, basearam-se no Evangelho proclamado nas missas deste domingo, que relatam a transformação de cinco pães e dois peixes, feita por Jesus, em alimento mais que suficiente para saciar milhares de pessoas.

Saiba mais

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub