Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

Espaço aberto a comunicações de antigos alunos do ensino católico em Portugal.

CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ANTIGOS/AS ALUNOS/AS DO ENSINO CATÓLICO

20
Dez21

A CAMINHO DE UM CAPITALISMO DE ROSTO HUMANO E SOCIAL


Oliveira

Pelo que contêm de valor cívico e cristão, estes artigos do jornalista António Justo, decidimos divulgá-los através do Blog da COPAAEC, julgando útil e oportuna a reflexão que propõem para todos aqueles que ainda defendem a autenticidade da nossa civilização e da sã tradição portuguesa.

Aproveitamos para deixar aqui aos leitores os nossos melhores votos de SANTAS E FELIZES FESTAS celebrando o nascimento de Cristo, Senhor Nosso Deus, implorando a graça de um ANO NOVO abençoado, que afaste definitivamente a pandemia que tanto nos tem afectado.

António G. Pires

A empresa Daimler paga aos empregados 6.000 euros de bónus

Os 100.000 empregados da empresa de automóveis Daimler e 25.000 empregados da Daimler Truck e também da fábrica de eixos Mercedes-Benz em Kassel com cerca de 2.900 empregados, receberão um bónus de participação nos lucros até 6.000 euros para 2021. O bónus será pago a cada empregado em Fevereiro!

Este é um capitalismo de rosto humano e social! A comparticipação nos lucros da empresa é um hábito de justiça e uma medida recomendável a todas as empresas. Esta seria uma maneira de ir realizando uma democratização da economia (1)!

António CD Justo

Nota em Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6951

________________________________________________________________

 

PALCO DA EU USADO PARA RIDICULARIZAR SÍMBOLOS E CRENÇAS RELIGIOSAS

O embaixador do Parlamento Europeu em questões LGTBI, Riccardo Simonetti, escolheu a época natalícia para posar, com uma Virgem Maria, de barba, um bebé de brinquedo nos braços e um São José vestido de rosa, na capa de uma revista homossexual (1).

Já não lhes chegam cinemas, palcos de teatro e da arte para ridicularizarem símbolos cristãos; usam já até funções políticas e a arena de Bruxelas para tal.

Esta gente activista que diz defender os direitos da sua minoria deslegitima-se ao ridicularizar os símbolos e crenças de milhões de europeus, cristãos e não-cristãos, que respeitam e veneram a Virgem Maria.

Como pretendem tolerância para si se fazem uso da intolerância e desprezo dos outros?

Além disso, no seu abuso, desqualificam cristãos que defendem o respeito pelos Gays!

Não será que os homossexuais e lésbicas estão a ser abusados nos seus interesses por uma lóbi LGTBI que os explora no sentido de atacar a cultura ocidental?

Porque precisam as minorias, vítimas da incompreensão, de optar pelos mesmos meios de que se queixam de ser vítimas? 

Órgãos da União Europeia “deixam o rabo de fora” ao iniciar algumas ofensas contra cristãos, precisamente, na época natalícia!

Temos que estar todos atentos aos começos e não nos deixarmos levar na enxurrada que leva uma sociedade já ébria. A intolerância não poupa ninguém!

António CD Justo

Pegadas do Tempo,  https://antonio-justo.eu/?p=6946

_________________________________________________________

PORTUGAL JÁ NÃO USA CARVÃO PARA PRODUZIR ELECTRICIDADE

A 19 de Novembro a Central Termoeléctrica do Pego terminou a sua actividade.

Portugal renuncia assim ao carvão, o combustível mais poluidor com gases de Carbono.

Uma das vias para atingir a neutralidade carbónica antes de 2050 passaria por maior fomento da rede de produção fotovoltaica em todos os telhados portugueses e da energia eólica.

Países como a China cotinuam a fomentar centrais movidas a carvão.

______________________________________________________________

MOÇAMBQUE

Mais de 600 mulheres foram raptadas por militantes islâmicos terroristas em Moçambique desde 2018. Os militantes abusaram delas, escravizaram-nas e forçam-nas ao casamento, segundo informa a Human Rights Watch.

_____________________________________________________

OPTIMISMO ALEMÃO

Um inquérito do Instituto Allensbach de Investigação da Opinião Pública mostra que 37% das pessoas interrogadas entre os 30 e os 59 anos estão novamente optimistas quanto ao futuro, apesar do Covid-19. A curva do bom humor está a subir.

Nos estratos financeiramente mais fracos, 17% estão satisfeitos com a situação e 40% vêem a situação económica como má.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub